terça-feira, 6 de abril de 2010

Austrália: Cargueiro Encalhado Junto à Grande Barreira de Coral

Kevin Rudd considerou "escandaloso" o encalhe de um cargueiro chinês

"A situação é preocupante e a ameaça à Grande Barreira de Coral é séria", alertou Kevin Rudd depois de se deslocar àquela que classificou como "o bem natural mais precioso da Austrália". Naquela barreira, que se estende por 2500 quilómetros, vivem 400 tipos de corais, mais de duas mil espécies de peixes e quatro mil de moluscos.
   O Shen Neng 1 tem 230 metros de comprimento e encalhou naquela região no domingo, carregado de 65.000 toneladas de carvão e 950 toneladas de combustível. Já deixou um rasto de fuelóleo de três quilómetros, após uma ruptura num reservatório, e apesar de ter sido iniciado um inquérito a tripulação de 23 homens ainda não foi ouvida.
   Os proprietários do navio poderão agora sujeitar-se a uma multa de 920.000 dólares, adiantou a chefe do governo estadual de Queensland, Anna Bligh. "O navio estava numa zona onde não deveria estar. O inquérito irá agora examinar por que se encontra naquele local", adiantou à AFP Patrick Quirck, director dos serviços de segurança marítima australianos.
   Alguns especialistas consideram que a estrutura do navio está estável mas, tal como Kevin Rudd, também Quirck salientou que "os riscos estão presentes". Um senador do partido Os Verdes, Bob Brown, considerou que o cargueiro é agora "uma bomba ao retardador".
   Desconhecem-se ainda as razões que levaram o cargueiro chinês até àquela região, mas o diário australiano "Herald Sun" adiantou a possibilidade de a tripulação ter tomado um atalho através de uma passagem entre recifes que, como relataram pescadores na região, é usado por navios pelo menos uma vez por dia.
   Kevin Rudd adiantou que a prioridade é agora conter o derrame de combustível e investigar as causas do incidente. "O desafio é lidar com esta situação agora, depois há que apurar as responsabilidades".
  - Publico-Online -
.