quinta-feira, 14 de outubro de 2010

MAIOR FOGUETE DO MUNDO LANÇADO EM PORTUGAL

LANÇAMENTO DO MAIOR FOGUETE DO MUNDO
QUASE PASSOU DESPERCEBIDO 

Conquistou uma referência no livro Guinness dos recordes, mas passou despercebido para muitas pessoas que foram ver a proeza. Os promotores reconheceram que o espetáculo "não foi o que as pessoas estavam à espera".
Este foguete de fogo-de-artificio com 13,65 quilos já conquistou um lugar no Guinness. Tinha 33 motores (propulsores) e uma cana de sete metros.

O lançamento do maior foguete do mundo, aconteceu quarta-feira(13/10/10) na margem sul do Douro, passou despercebido para muitas pessoas que se concentravam no lado do Porto para presenciar o evento, segundo testemunhos recolhidos pela Lusa.
Só na margem do Porto, o lançamento do maior foguete do mundo atraiu "mais de cinco mil pessoas", de acordo com as contas da organização do XII Simpósio Internacional de Fogo de Artifício, que proporcionou este espetáculo.

À Lusa, o presidente da Associação Nacional de Empresas de Produtos Explosivos (ANEPE), António Rodrigues, admitiu que, em termos visuais, o espetáculo "não foi o que as pessoas estavam à espera".

E justificou: "Tínhamos de jogar pelo seguro, prezando a segurança, pelo que tivemos de o lançar a uma certa distância."

O lançamento do foguete chegou a ser anunciado para o Largo do Calem, no Porto, mas acabou por ser feito da zona da Afurada, em Gaia. 
António Rodrigues sublinhou ainda que, em termos de dimensão, "o foguete era realmente impressionante e o mais importante" é que foi atingido o bjetivo de "entrar para o Guinness".

Liz Smith, do Guinness World Records, confirmou que o maior foguete do mundo conquistou o direito a figurar no livro dos recordes.
O megafoguete foi lançado às 21h08 e, com um minuto de intervalo, foi para o ar outro engenho um pouco menor, mas também de grandes dimensões.

Tem duas hipóteses de ver em vídeo, pode ser visto aqui, através do youtube, ou clique aqui para ver a entrevista no Expresso-Online(com reportagem e melhor imagem).
 - Expresso-Online -