quinta-feira, 2 de setembro de 2010

MULHER ENCONTRADA MORTA PRESA NUMA CHAMINÉ

TERÁ FICADO PRESA QUANDO TENTOU ENTRAR EM CASA DO AMANTE

A mulher, de 49 anos, terá ficado presa quando tentava forçar a entrada em casa do amante. O corpo foi descoberto já em decomposição, preso dentro da chaminé da lareira.
O corpo de uma mulher foi encontrado em decomposição dentro de uma chaminé, em Bakersfiels, na Califórnia. De acordo com a polícia, a médica de 49 anos terá ficado presa quando tentava forçar a entrada em casa do amante.
O corpo de Jacquelyn Kotarac foi descoberto pela empregada doméstica, que reparou "nuns cheiros e fluidos estranhos" vindos da lareira, avança a SkyNews. Os bombeiros acabaram por encontrar o corpo, que já estava há três dias preso no interior da chaminé. A operação de resgate do cadáver demorou mais de cinco horas e chocou os vizinhos de William Moodie, o suposto amante e dono da moradia.
Segundo o homem de 58 anos, Jacquelyn tinha tentado abordá-lo na quarta-feira passada, mas este recusou deixá-la entrar. Para evitar novo confronto, William saiu de casa por uns dias. "Ela cometeu um erro gravíssimo. Ninguém entende porque ela fez isto e infelizmente o resultado foi a sua morte", afirmou Moodie à agência AP. "Ela tinha os seus próprios problemas, os seus demónios. Mas eu nunca perdi o respeito por ela".
Jacquelyn Kotarac era médica e assistia habitualmente mais de 200 doentes. O alerta do seu desaparecimento foi dado pela equipa do consultório onde trabalhava quando esta não apareceu na segunda-feira.
As autoridades dizem que asfixia foi a causa da sua morte.
 -  Por Paula Cosme Pinto no (http://www.expresso.pt/) -