sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

INVENTADAS BATERIAS DE PAPEL.

BATERIAS DE PAPEL
CARREGADAS POR SUOR HUMANO

Investigadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa inventaram baterias em papel carregadas pelo vapor de água existente no ar, que podem alimentar telemóveis e outros dispositivos eletrónicos. Ao mesmo tempo, criaram biobaterias carregadas por fluidos do corpo humano (suor e plasma sanguíneo).
Os cientistas portugueses estão cada vez mais próximos de fabricar telemóveis totalmente em papel.


As baterias de papel e as biobaterias têm um processo de fabrico semelhante, mas o ponto de partida é diferente.
Nas baterias de papel tudo começa com um vulgar papel de escrita, mas nas biobaterias é necessário um papel sintético que não se degrade no interior do corpo humano.
Esse papel é feito a partir de um derivado de celulose, que é projetado num alvo usando campos elétricos, e que forma uma membrana de nanofibras. Depois, as etapas seguintes são comuns: deposição dos elétrodos e demonstração (caracterização morfológica e elétrica).



-- Por Virgilio Azevedo (http://www.expresso.pt/).