domingo, 25 de julho de 2010

CHINESES TENTAM CONTER CRUDE COM PAUZINHOS

O desespero e a falta de meios é tal que autoridades e populares usam as próprias mãos para conter o desastre ambiental
Mais de 1500 toneladas de crude foram já expelidas da plataforma petrolífera que explodiu no Mar Amarelo e avançam sobre as costas chinesas. Autoridades e populares debatem-se com a falta de meios e limpam as praias à mão, muitas vezes desprotegidas.

As autoridades estão a alertar para os cuidados a ter com a situação. Mesmo assim, um bombeiro de 25 anos, morreu esta semana, afogado no lodo que se formou na praia.
As agências internacionais, citando o jornal China Daily, avançam que as tripulações de alguns navios pesqueiros na região chegaram a recolher crude, recorrendo ao uso de pauzinhos como os utilizados como talheres em alguns países asiáticos.
Outro dos métodos usados é mais avançado: as autoridades recorreram a um óleo, com bactérias que «comem» o petróleo na água.
Cerca de 800 navios trabalham na recolha de crude. Entre eles, 40 embarcações especializadas na recolha de petróleo, que apoiam 2 mil soldados do Exército de Libertação Popular (ELP). Parece um grande contingente de meios, mas é manifestamente insuficiente, dada a dimensão da tragédia.
 - China Daily -